Semana de sol entre nuvens com chuva fraca ocasional.

A semana começa sob a influência de um sistema de baixa pressão. Essa condição deixará o tempo mais quente e úmido. Parte deste sistema se intensificará entre a costa do Rio janeiro e São Paulo deixando o mar agitado a partir de quarta-feira. Observe a imagem de satélite deste início de manhã, nebulosidade concentrada entre o planalto e o litoral centro-norte.

Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 14/11/2016 – Hora local: 05:40 – Sul do Brasil. Fonte: RAMSDIS Online - Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmospere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.
Imagem do satélite GOES 13/NOAA/EUA – Canal do Infravermelho + realce – dia 14/11/2016 – Hora local: 05:40 – Sul do Brasil.
Fonte: RAMSDIS Online – Central and South America and the Caribbean, Cooperative Institute for Research in the Atmospere, Colorado State University, EUA, modificado por LabClima/UNIVALI.

Desta segunda até sexta-feira teremos nebulosidade variável. Períodos de algumas nuvens intercalando com períodos de muitas nuvens. Na sexta-feira e sábado maior predomínio do sol.

Condições de chuva bem isolada para segunda, sexta-feira e fim de semana. Para terça, quarta e quinta-feira chance de chuva fraca ocasional.

As temperaturas mínimas entre segunda e quinta-feira ficarão entre 17/20°C e as máximas entre 25/28°C. Na sexta-feira, sábado e domingo a temperatura ficará mais amena. Mínimas de 14/16°C e máximas de 22/24°C.

Ventos variáveis com intensidade fraca e rajadas médias de 25 km/h. Na quinta-feira rajadas mais fortes de 40 km/h.

Em nossas praias ondas de leste com até 1 metro nesta segunda e terça-feira. Na quarta, quinta e sexta-feira as ondas continuarão de leste, mas com altura de até 1,5 metros e uma ou outra série maior. Para sábado e domingo ondas entre leste e sudeste com até 1 metro.

Neste início de semana estaremos sob a influência da lua cheia, mais precisamente, de uma “Superlua”, já que estará bem próxima da terra, dando a impressão de ser maior. Com a lua cheia teremos novamente o máximo de maré astronômica, com picos de preamar (maré alta) de 1,2 metros até quarta-feira. Com o deslocamento de um sistema de baixa pressão do Rio de Janeiro em direção ao sul, pelo oceano, e como resultado, um mar mais agitado fora da costa, mas também ondas maiores na costa, teremos chance de alagamentos e ressacas pontuais.

 

Autor: labclima

Climatologia Meteorologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s