Chuva para o fim de semana.

Observe a imagem de satélite desse início de manhã muitas nuvens sobre a região sul com exceção do litoral catarinense. Isso se deve a passagem de uma frente fria. Amanhã, áreas de instabilidade (cavado) com seu núcleo sobre a Bolívia e o Paraguai (ciclone) darão o tom para os próximos dias. Elas avançarão pelo estado trazendo muitas nuvens, chuva e trovoada para os próximos dias. Essas condições permanecerão até a próxima quarta-feira, quando avançarão para o oceano, se intensificarão e formarão uma nova frente fria, limpando o tempo. Logo após uma massa de ar polar atuará sobre Santa Catarina com seu núcleo sobre o oceano.

Imagem do satélite GOES 16/NOAA/EUA – Canal True-Color + IR 10,35 µm – dia – 05/08/2022 – Hora local: 07:50 – Sul do Brasil. Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)/Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC)/Divisão de Satélites e Sistemas Ambientais (DAS) modificado por LabClima/UNIVALI. Clique para ampliar.

Essa sexta-feira será ensolarada, com aumento da nebulosidade a partir da noite. No sábado já teremos muitas nuvens, mas com possíveis aberturas de sol pela manhã, e condições de chuva com trovoada a partir da tarde. Entre domingo e quarta-feira pela manhã o predomínio será da nebulosidade, com chuva e trovoadas isoladas. Totais de chuva acima dos 50 mm para esse período.

Hoje a temperatura será agradável. A mínima em Camboriú foi de 14,9°C e em Itajaí de 16,5°C. A máxima chegará aos 24/25°C. Para o fim de semana mínimas entre 12/14°C e máximas entre 16/17°C. Essa condição permanecerá na próxima semana com temperaturas mais baixas, primeiro pela chuva, depois pela massa de ar polar.

O vento da direção sudeste terá maior frequência até a próxima terça-feira. A intensidade na maioria dos dias ficará entre calmaria e brisa leve. Rajadas mais fortes para hoje. Ventos mais fortes são aguardados entre quarta e sexta-feira por causa do ciclone junto a costa catarinense.

Predomínio das ondas de sudeste. O tamanho ficará liso e meio metro com algumas séries maiores, dependendo do pico. A partir de terça-feira séries maiores que 1,5 metros, e partir de quarta-feira séries maiores que 2 metros.

Condições de ressaca e alagamentos marinhos em baixadas começando na terça-feira, mas principalmente a partir de quarta-feira. Isso se deve ao fortalecimento dos ventos por causa do ciclone próximo de nossa costa.

Fora da costa, leve agitação marinha nessa sexta-feira e parte de sábado, com ondas entre 1 e 2,5 metros.

Autor: labclima

Climatologia Meteorologia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s